Posts Tagged ‘anedota’

As 50 Sombras de Grey, versão alentejana…

Quarta-feira, 18 Fevereiro, 2015

Quatro alentejanos costumam ir pescar há muitos anos, sempre na mesma época, montando um acampamento para o efeito.

Este ano, a mulher do João bateu o pé e disse que ele não ia. Profundamente desapontado, telefonou aos companheiros e disse-lhes que, desta vez, não podia ir porque a mulher não deixava.

Dois dias depois, os outros chegaram ao local do acampamento e, muito surpreendidos, encontraram lá o João à espera deles e com a sua tenda já armada.

– Atão, João, comé que conseguisti convencer a tua patroa a deixar-te viri?

– Bêm, a minha mulheri tên estado a ler “As Cinquenta Sombras de Grey” e, ontem à nôte, depois de acabar a última página do livro, arrastô-me para o quarto. Na cama, havia algemas e cordas!
Mandô-me algemá-la e amarrá-la à cama e opois disse: Agora, faz tudo o que quiseres…

E Ê … VIM PESCARI !!!

Anúncios

Colocações…

Quarta-feira, 9 Junho, 2010

Um tipo vai a andar pela rua quando, de repente, um assaltante mascarado lhe aponta a arma e diz:
– Passa para cá o relógio!

O coitado dá-lhe o seu Rolex falso e o ladrão reclama:
– O que é isto? Esta m***a não vale nada! Passa a carteira…

O homem dá-lhe a carteira de plástico, imitação de Pierre Cardin e o assaltante encontra nela 3 passes de autocarro, 2 senhas de refeição e cinco euros.

Lixado, o ladrão diz:
– Tu és uma m*** mesmo … o teu casaco está gasto, os teus sapatos rotos e a única coisa que parece que presta é uma reles imitação barata! Afinal, que m***a fazes na vida?

O tipo responde, quase a chorar:
– Sou professor!

E o ladrão, tirando a máscara, abraça-se a ele e diz:

– Desculpa lá, colega! És mesmo? E ficaste colocado? Em que escola?

Erro de cálculo

Segunda-feira, 7 Junho, 2010

Um homem está calmamente no supermercado a fazer compras quando de repente uma bela morena, dos seus trinta e poucos anos olha fixamente para ele e depois explode:

– Acho que você é pai de um dos meus meninos!

Incrédulo, faz um rápido exercício de memória, pensa na única vez que foi infiel à mulher e responde aflitíssimo:

– Você é aquela prostituta com quem fiz sexo, sem qualquer protecção, totalmente embriagado, à beira da piscina, naquela despedida de solteiro do Jorge, que estava ao nosso lado num bacanal com duas das suas colegas?

– Não. Sou professora de matemática do seu filho Joãozinho…

Peregrinos a Fátima

Quarta-feira, 5 Maio, 2010

Porque é que os peregrinos usam colete reflector quando caminham?

Porque de dia vão em oração, de noite reflectem

O cliente do barbeiro…

Segunda-feira, 26 Abril, 2010
Um homem entra no salão e pergunta:
– Quanto tempo até chegar a minha vez?
O barbeiro olha em volta do salão e responde:
– Mais ou menos 2 horas.
O homem vira as costas e se retira sem dizer uma palavra.
Passam alguns dias, e o mesmo homem volta e pergunta:
– Quanto tempo até chegar a minha vez?
O barbeiro olha em volta do salão e responde:
– Mais ou menos 3 horas.
O homem se vai sem dizer nada.
Passada uma semana, o mesmo homem entra e pergunta de novo:
– Quanto tempo até chegar a minha vez?
O barbeiro olha em sua volta e responde:
– Mais ou menos 1 hora e meia.
Novamente o homem sai calado.
O barbeiro vira-se para o seu amigo e diz:
Oh! Zeca , faz-me só um favor. Segue aquele homem e vê para onde ele vai. O gajo, sempre que entra, pergunta quanto tempo até chegar a sua vez e nunca volta.

Minutos depois, o Zeca regressa ao salão a rir desalmadamente.

O barbeiro, curioso, pergunta:
– Então, onde é que ele vai depois de sair daqui?

O Zeca para de rir, enxuga as lágrimas e responde:

– Daqui ele vai direitinho para tua casa.