Plágio

[Doutora] Maria de Vasconcelos“Plágio”

 

 

Talvez um dia se acabe
esta loucura que arde
e faz arder loucamente
o dia por acabar…
Talvez um dia se vá
a doce melancolia
e terna, terna magia
do beijo por esperar!
Talvez um dia, porém…
até que a morte separe,
jure o verso que roubei!

“Que a chama dure e perdure
na verdade que sonhei;
e o sonho acorde seguro
da noite em que te encontrei!”

Olho-te, quero-te, tenho-te, amo-te
Enrolo-te, devoro-te, juro-te, adoro-te
Jogo-te, ganho-te, ganho-te, exploro-te
Jogo-te, perco-te, perco-te, choro-te…

Anúncios

Uma resposta to “Plágio”

  1. JooGoo Says:

    PS: Este comentário não tem nada a ver com este post, nem com o seu autor (entenda-se: do post, do blog e do comentário). Refere-se, isso sim, “Á frase”!

    Para entender o verdadeiro sentido d´”A frase” “Gosto de ti como amigo” ou “Gosto de ti como amiga”, deve ler-se pausadamente para que soe mais ou menos como “Gosto de ti (mas), como (a tua) amiga” ou ao contrário caso se aplique!

    PSP: É pá, eu ainda não tinha visto essa d’”A” frase e não resisti comentar!

Deixe o seu comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: